Estados Unidos liberam a entrada de brasileiros com visto de estudante

O Departamento de Estado anunciou, nesta segunda-feira (26), que portadores de visto de estudante (F1 e M1) que estão no Brasil poderão ter a entrada autorizada nos EUA, mesmo com as fronteiras fechadas devido à pandemia. Jornalistas com visto de imprensa também poderão solicitar o benefício.

Segundo o governo, não é necessário solicitar nenhum documento na embaixada. A autorização será dada na entrada a estudantes em que as aulas terão início em agosto de 2021 ou depois dessa data.

“Os viajantes internacionais são obrigados a fazer um teste de coronavírus três dias antes do embarque aos EUA e fornecer documentação por escrito do resultado de teste (papel ou cópia eletrônica) à companhia aérea”, disse a embaixada em nota.

A entrada só será autorizada 30 dias antes do início das aulas, ou seja, a partir do mês de julho. Estudantes que acabaram de ter o visto aprovado ou que estão com processo e tiverem o visto aprovado, também poderão se qualificar para o NIE.

Além do Brasil, estudantes localizados na China, Irã, África do Sul, Reino Unido, Irlanda e países da União Europeia poderão solicitar o documento.

“Os Estados Unidos estão extremamente orgulhosos de serem o destino preferido de tantos estudantes e acadêmicos brasileiros e de ter tantas parcerias de longo prazo entre universidades e organizações de mídia. Estou muito satisfeito que as condições agora permitam que viagens e estudos sejam retomados e estamos ansiosos para a reabertura completa dos consulados”, disse o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman.

As fronteiras estão fechadas há quase um ano e somente portadores de cidadania americana e green card podem entrar no País. A exceção é dada a casos de emergência, como razão humanitária, segurança nacional e aqueles que acreditam que sua presença nos Estados Unidos é essencial e conseguem comprovar essa necessidade com documentos.

The post Estados Unidos liberam a entrada de brasileiros com visto de estudante first appeared on AcheiUSA. Fonte: AcheiUSA

Comentários Facebook