Uma imagem composta por dados reunidos a partir de três telescópios diferentes revela a NGC 6872, também conhecida por ser a galáxia em espiral de maiores dimensões já observada por seres humanos.

A NGC 6872 tem 522 mil anos-luz de dimensão, um tamanho gigante que fica ainda maior quando comparado com o da nossa Via Láctea – que tem ‘apenas’ 100 mil anos-luz. A NASA acredita que as grandes dimensões da NGC 6872 podem estar relacionadas com as interações com a IC 4970, uma galáxia em disco menor que pode ser encontrada nas imediações.

Como refere o site BGR, o mais interessante acerca desta interação entre as duas galáxias é o fato de poder resultar numa terceira galáxia menor. Lembrando que, normalmente, quando duas galáxias estão tão próximas observa-se uma fusão entre as duas, algo que não parece que acontecerá desta vez.