Italiana que teve 2 dias de folga remunerada para cuidar de cachorra doente diz que animal está bem

Cucciola, de 12 anos, precisava de um tratamento de urgência e a mulher, solteira, funcionária de uma universidade de Roma, não pôde comparecer ao trabalho para levá-la ao veterinário e depois cuidar dela.

Fonte: G1

Comentários Facebook

FN

Deixe uma resNotíciaa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *