Contribuintes pelo ITIN Number, indocumentados não receberão auxílio do governo

Em meio a essa crise econômica causada pelo coronavírus, o pacote de ajuda de quase US $ 2 trilhões negociado no Senado e anunciado na manhã de quarta-feira, 25, incluirá cheques de US $ 1.200 para a maioria dos adultos americanos. Porém, aqueles que pagam seus impostos usando um Número de Identificação de Contribuinte Individual (ITIN) em vez de um número de Seguro Social foram deixados de fora.

Governo e Congresso dos EUA fecham pacote de estímulo de US$ 2 trilhões

Ou seja, milhares de indocumentados que utilizam dessa forma para pagar seus impostos enquanto vivem nos EUA.

O pacote denominado Stimulus Package ainda precisa ser aprovado pela Câmara dos Deputados – que vai analisá-lo nesta sexta-feira, 27, e depois sancionado pelo presidente Donald Trump. Por ele, serão destinados desde cheques de $1,200 para indivíduos que recebem até $75 mil por ano, ou US $ 2.400 para quem é casado e paga o imposto de renda em conjunto. Também inclui US $ 500 por criança.

Esses fundos devem ajudar aqueles que estão desempregados a pagar por comida e moradia e estimular a economia nesse momento de crise, incentivando as pessoas a gastar mesmo enquanto estão presas em casa.

Mas, infelizmente, a proposta do Senado não inclui todos os contribuintes. Aqueles que pagam seus impostos usando um Número de Identificação de Contribuinte Individual (ITIN) em vez de um número de Seguro Social foram deixados de fora, de acordo com o Instituto de Tributação e Política Econômica.

Desde 1996, os ITINs são emitidos pelo IRS para indivíduos inelegíveis para um Número de Seguridade Social – principalmente (embora não exclusivamente) porque são imigrantes sem documentos.

Omitir esses contribuintes excluirá muitos dos contribuintes americanos mais vulneráveis ​​na crise atual: imigrantes indocumentados. Deixar de ajudar esses trabalhadores pode ser desastroso para eles e suas famílias e terá um impacto negativo significativo na economia, apontam economistas.

Se o projeto do Senado for aprovado sem emenda pela Câmara e assinado pelo presidente, não será a primeira vez que os contribuintes que pagam seus impostos no ITIN não recebem cheques de estímulo. Em 2008, quando o país emitiu cheques semelhantes, não apenas os contribuintes que usam o ITINs foram excluídos – assim como aqueles com um Número de Seguro Social válido que entraram juntos em um retorno com um cônjuge com um ITIN (com exceção de militares).

Milhares de imigrantes indocumentados pagam o IRS em dia: até 2015, mais de 4 milhões de pessoas anualmente usavam ITINs para pagar US $ 4,35 bilhões em impostos líquidos.

O pacote prevê também centenas de bilhões para as pequenas, médias e grandes empresas impactadas pela pandemia.

Esses imigrantes não autorizados estão concentrados nas indústrias que provavelmente serão impactadas mais imediatamente pela pandemia de coronavírus. Embora apenas cerca de 5% da força de trabalho dos EUA seja indocumentada, eles representam 10% ou mais daqueles que trabalham nos setores de acomodação e preparação de alimentos e serviços. Com informações da CNBC e CNN.

O post Contribuintes pelo ITIN Number, indocumentados não receberão auxílio do governo apareceu primeiro em .

Fonte: Gazeta News

Comentários Facebook