Brasil corre para ganhar com petróleo antes de ‘era renovável’, diz secretário

11/10/201713h52A Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) não deverá ter a ajuda do Brasil em seus esforços para reduzir a oferta da commodity. O país pretende impulsionar a produção e a exploração nos próximos anos para monetizar suas reservas, disse o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa.
Na terça-feira (10), o secretário-geral da Opep, Mohammed Barkindo, pediu ajuda até mesmo aos Estados Unidos para reduzir a oferta global de commodity e disse que os produtores norte-americanos de petróleo de xisto deveriam se preocupar também com um eventual impacto de queda nos preços.
Pedrosa, no entanto, defendeu que o Brasil tem que aproveitar suas reservas antes que o mundo entre em uma “era renovável”, em que outras tecnologias ganharão importância, como a energia solar e os carros elétricos, com impacto sobre a demanda por petróleo.
“Houve um momento em que havia uma preocupação, no sentido de que essa é uma riqueza que deve ser explorada com cuidado, para que as próximas gerações se aproveitem dela. E cada vez mais é o contrário, a gente tem que acelerar o aproveitamento dessa riqueza”, disse.

Fonte: Folha de S.Paulo