Avião projetado como plataforma móvel para satélites realiza voo na Califórnia

O maior avião do mundo em envergadura voou no último sábado, 13, pela primeira vez sobre o deserto de Mojave, na Califória. A máquina, batizada de Stratolaunch, tem 117 metros de envergadura – maior que um campo de futebol oficial (até 110 metros).

O voo inaugural foi para a equipe avaliar a performance do aparelho e sua manobrabilidade. O pouso ocorreu sem incidentes, segundo a empresa.

O Stratolaunch possui um comprimento de 73 metros, do nariz à cauda. O avião foi desenvolvido pela empresa de mesmo nome e quebra um recorde de 71 anos, que pertencia anteriormente ao hidroavião Hughes H-4 Hercules. Este possuía 98 metros de envergadura, e voou pela primeira vez em 1947.

Criada e empresariada em 2011 por um co-fundador da Microsoft, Paul Allen (1953-2018), a Stratolaunch informou que o objetivo é que o avião funcione como uma plataforma móvel para o lançamento de satélites. A ideia é baratear o lançamento, reduzindo custos em relação aos foguetes lançados do solo.

O aparelho consiste em duas máquinas gêmeas, sustentadas por seis motores a jato. Neste sábado, ele voou durante duas horas e meia sobre o deserto, atingindo velocidades de 274 km/h e a altitude de 4.572 metros.

Em seu site, a Stratolaunch diz que seu objetivo é tornar “o acesso à órbita terrestre tão rotineiro quanto pegar um voo comercial é hoje”.
“A asa central reforçada suporta múltiplos veículos de lançamento de satélites, cujo peso pode chegar a mais de 220 toneladas [220 mil kg]”, diz uma nota publicada pela empresa.

O bilionário britânico Richard Branson, dono da companhia Virgin Galactic, também está desenvolvendo um veículo parecido, cujo objetivo é lançar satélites a partir de uma grande altitude.

No entanto, embora a Stratolaunch descreva seu avião como o “maior do mundo”, há outros que o superam em comprimento do nariz à cauda.

O post Avião projetado como plataforma móvel para satélites realiza voo na Califórnia apareceu primeiro em .

Fonte: Gazeta News

Comentários Facebook