Após relator, presidente de comissão da Previdência tem celular clonado

05/05/201719h00Não bastasse ter que lidar com a que impediu que a votação da fosse concluída, o presidente da comissão especial que discute o tema na Câmara encerrou a semana com outra dor de cabeça: seu celular foi clonado e seu WhatsApp disparou mensagens pedindo dinheiro a parentes e colegas parlamentares.
“Sumiu tudo e trancou meu WhatsApp. Para alguns lugares foi uma mensagem pedindo dinheiro numa conta no Banco do Brasil. Mandei para a [assistência] técnica e tive que trocar o número do WhatsApp”, disse o deputado Carlos Marun.
A irmã do deputado foi uma das pessoas que recebeu mensagem.
“Usa Banco do Brasil?”, indagou o hacker.
“Não, por quê?”, retrucou a irmã de Marun.
“Usa algum por aplicativo ou computador pra me fazer um favor?”, insistiu o bandido.
“Eu não… Estou achando estranho isso, pois não está aparecendo o horário que entras e sais do Whats. Está estranho isso…”, encerrou a irmão do deputado.
Ele não é o primeiro membro da comissão a ter o aplicativo de troca de mensagens hackeado.
Como a , no final do mês passado, os números do relator da reforma, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA) e do deputado Marcus Pestana (PSDB-MG), que também integra o colegiado, enviaram mensagem solicitando apoio financeiro aos colegas.

Original Source

Comentários Facebook

FN

Deixe uma Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *