Conheça o Disney Genie, novo serviço digital dos parques Disney

Divulgação/Disney Parks

Aplicativo estreará no dia 19 de outubro

Aplicativo estreará no dia 19 de outubro

No dia 19 de outubro, o Walt Disney World Resort e Disnyeland Resort inaugurarão o novo serviço digital gratuito Disney Genie, projetado para maximizar o tempo dos visitantes nos parques. O aplicativo inclui um recurso de itinerário personalizado que mapeia um dia inteiro de acordo com as preferências dos visitantes. Rick Munarriz, do The Motley Fool, experimentou o app em um evento para mídia e o descreveu como uma “grande atualização para o My Disney Experience atual. Os convidados vão gostar”.

“O aplicativo atual é inteligente e relativamente fácil de usar, mas, em última análise, é uma experiência passiva. Ele espera que você explore as reservas de jantar ou inicie os pedidos pelo celular em locais selecionados de serviço rápido. Nos dias pré-pandêmicos – quando o sistema FastPass+ ainda funcionava – os hóspedes escolhiam a dedo as janelas de retorno de uma hora para até três atrações para acesso a filas aceleradas. Não havia muita orientação. Não havia muito mecanismo de recomendações, e é aqui que o Disney Genie mostra avanço”, afirmou Munarriz.

O Disney Genie promete ser um app único também para fazer reservas em jantares, fazer pedidos pelo celular e até entrar em listas de espera na mesma página. Existem algumas novas ferramentas, como filtros Disney do tipo Snapchat para selfies e clipes gravados. Existem até passeios de áudio, embora sejam apenas breves descrições de áudio de lugares ao longo do parque.

Confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre o Disney Genie.

  • O Disney Genie otimizará o plano de atrações com base em quanto se espera que os passeios e brinquedos desejados tenham tempos de espera ideais, naturalmente também levando em consideração a necessidade de navegar pelo próprio parque. Se um restaurante desejado requer uma reserva – e há disponibilidade – a janela ideal estará lá para a reserva. Mapas de calor mostrando tempos de espera históricos para passeios são o tipo de informação que a Disney nunca tornou pública até agora.
  • A nova plataforma nunca dorme. Ele monitora perpetuamente o que o hóspede faz, bem como seus próprios fatores operacionais. Se uma viagem futura ficar inativa como resultado de um atraso do tempo ou um soluço mecânico, o aplicativo fornecerá alternativas que seu algoritmo considera que atrairão aquele hóspede específico. Se um visitante se desviar do plano e cancelar uma viagem futura mais cedo, o itinerário será atualizado de acordo.
  • O Disney Genie não oferece acesso gratuito a filas rápidas, como a plataforma pré-pandêmica. Qualquer um pode pagar US$ 15 por dia por pessoa pelo Genie+, uma versão aprimorada do FastPass+ original, para acessar as filas da Lightning Lane com uma espera mais curta do que as comuns.
  • Essa não é a única maneira que os hóspedes podem pagar a mais para aproveitar ao máximo seu tempo nos passeios. Em seu lançamento em 19 de outubro, cada um dos quatro parques da Disney World conterá dois de seus brinquedos mais populares da disponibilidade de Lightning Lane no Genie+. Este será outro centro de lucro para a Disney, já que esses passeios terão Lightning Lane+: filas aceleradas que os hóspedes podem pagar separadamente. Os preços podem variar com o tempo, mas na primeira semana, o acesso a essas oito viagens custará entre US$ 7 e US$ 15 por viagem. Os visitantes não poderão pagar por mais de duas experiências únicas no Lightning Lane+.
  • Os preços variam em alguns casos. O Remy Ratatouille Adventure do Epcot custará US$ 9 em seu primeiro dia de semana em 19 de outubro, mas vai subir para US$ 11 no sábado mais movimentado dessa semana. Star Wars: Rise of the Resistance no Disney’s Hollywood Studios ficará em US$ 15 durante a primeira semana.

“Ninguém gosta de pagar por algo que antes era grátis, mas não será tão ruim quanto os pessimistas pensam. Como muito menos de 100% dos convidados pagarão pelo Genie+ e há ainda mais limitações para as atrações da Lightning Lane+, as filas de espera devem estar se movendo em um ritmo mais intenso do que nos dias do FastPass”, concluiu Munarriz. Fonte: PANROTAS

Comentários Facebook