Brasileiro recebe medula óssea do pai, mas sofre complicações

Foto2 Victor Brasileiro recebe medula óssea do pai, mas sofre complicações
Após esperar na fila e ser submetido ao transplante de medula óssea, Victor sofreu complicações e agora está internado no CTI

Víctor submeteu-se ao transplante através do próprio pai, que é 50% compatível, entretanto, devido às complicações, está internado no CTI

Após longa espera, o jovem Víctor, portador de leucemia, finalmente foi submetido ao transplante de medula óssea doada pelo pai, que é 50% compatível. Entretanto, o quadro clínico dele se agravou e ele está internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do hospital. O drama vivido pelo rapaz fez com que o ativista Roosevelt Ramos, coordenador da Fundação Icla da Silva, a encorajarem os imigrantes brasileiros que vivem nos EUA a se cadastrarem no sistema nacional de possíveis doadores.

“O Victor é um rapaz cheio de sonhos e está precisando muito da nossa ajuda. Há um mês ele recebeu o transplante de medula óssea através do seu pai que é 50% compatível. Entretanto, devido à algumas complicações, ele se encontra no CTI e nossas orações são muito importantes para a recuperação de Victor”, diz a postagem no Facebook.

“Você que ainda não fez o seu cadastro pedimos que nos ajude, pois o tempo é o maior inimigo para os pacientes de leucemia e você é a esperança para eles sobreviverem. Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje”, encorajou Roosevelt.

. Brasileiros no exterior:

A base genética brasileira é muito diversa, em virtude das várias etnias que compõem a população, portanto, é importante que cada vez mais brasileiros se cadastrem como possíveis doares de medula óssea. Para efetuar o registro é necessário que os interessados preencham os seguintes requisitos: Tenham entre 18 e 44 anos. O registro é gratuito e não importa o status migratório. Necessita residir nos USA. O registro pode ser feito online: join.bethematch.org/saveme. Registre-se como um possível doador de medula óssea pelo telefone: Envie mensagem de texto: Cure135, para: 61474. Necessita residir nos USA. Em uma semana, o interessado receberá em sua residência um envelope selado com um kit para o teste genético. Basta fazer a fricção dos cotonetes na parte interna da bochecha e colocar na caixa do correio, explicou Roosevelt Ramos, coordenador da Fundação Icla da Silva nos EUA.

“Estamos perdendo nossas crianças por falta de solidariedade, ajude a salvar uma vida!” Encorajou o ativista. Mais informações podem ser obtidas através do tel.: (407) 276-4860, falar com Roosevelt Ramos ou do e-mail: [email protected]

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook