Brasileira é encontrada morta no sul da Flórida

Foto9 marurra jimenez santos Brasileira é encontrada morta no sul da Flórida
O corpo de Marurra Jimenez Santos, de 46 anos, foi encontrado por trabalhadores na jardinagem na manhã de sexta-feira (15) (Foto: Redes sociais)

Marurra Jimenez Santos residia na área de Deerfield e Pompano Beach (FL), informaram as autoridades locais

As autoridades identificaram o corpo de uma mulher desovado numa área remota em Hobe Sound (FL), no Condado de Martin, semana passada. O cadáver de Marurra Jimenez Santos, de 46 anos, foi encontrado na sexta-feira (15), próximo a Bridge Road com a rodovia Interstate 95, em Hobe Sound. As informações são dos canais de TV locais News 12 e 25-WPBF News.

Santos não tinha endereço registrado, mas as autoridades informaram que ela residia na área de Deerfield e Pompano Beach (FL), disse Christine Christofek, porta-voz do escritório do xerife do Condado de Martin, na quarta-feira (20). A vítima possui tatuagens, o que pode ter facilitado o processo de identificação do corpo.

O escritório do xerife não divulgou a causa da morte da brasileira. O Xerife William Snyder informou que as autoridades estão considerando o caso como homicídio.

“Nós estamos tratando como se tivesse sido homicídio. A probabilidade imensa baseada em alguns fatos que vemos agora tornará isso em homicídio”, disse Snyder.

Trabalhadores na jardinagem descobriram o corpo da vítima na manhã de sexta-feira (15), próximo a um arbusto no acostamento da estrada. Tendo como base o nível de decomposição, os detetives acreditam que ela tinha morrido poucos dias antes, detalhou Snyder.

O lugar onde o corpo da brasileira foi encontrado fica localizado a cerca de 1 milha (1.6 Km) da rodovia I-95 numa área remota, o que Snyder disse que levou às autoridades pensarem que Santos morreu antes de ter sido levada à área onde foi encontrada.

A atendente do serviço de emergência (911) relatou aos detetives que os trabalhadores que estavam no terreno onde o corpo da brasileira foi encontrado não se recordam de ter visto o cadáver quando limparam a área em janeiro.

O caso ainda permanece sob investigação.

Segundo a internauta Gladys Brito, Santos teria imigrado aos 13 anos de idade com a mãe e 2 irmãs para o sul da Flórida, postou ela em sua página no Facebook. Além disso, ela tinha 2 filhos, Diego e Lucas.

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook