Renato Duque diz que Lula tinha os apelidos de ‘chefe’ e ‘nine’

SÃO PAULO – Em depoimento à Justiça Federal em Curitiba nesta sexta-feira, o ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, disse que o alto escalão do governo federal se referia ao ex-presidente Lula por diversos apelidos e também por meio do sinal de alisar o rosto na área das bochechas e do queixo, numa referência à barba de Lula.
Duque contou ter sido chamado a Brasília para uma reunião em 2007, ocasião em que o então ministro Paulo Bernardo teria lhe relatado que Lula havia determinado que João Vaccari assumisse o papel de arrecadar recursos para o PT junto a empresas que prestavam serviços à Petrobras:
— Ele me disse: “olha, você vai conhecer uma pessoa indicada pelo…”(Duque alisa a barba). Ele fazia esse movimento, não citava o nome. O presidente Lula era conhecido com o chefe, era chamado como grande chefe, nine (nove em inglês) ou esse movimento com a mão — contou o ex-diretor da estatal no depoimento, alisando novamente a barba.
Segundo Duque, na época da reunião em Brasília, Vaccari ainda não era oficialmente tesoureiro do partido.
— Paulo Bernardo chegou e falou: “olha Duque, a partir de agora você vai ter contato com uma pessoa chamada João Vaccari vai te procurar, e ele vai fazer os contatos com as empresas” — repetiu o ex-diretor.

Fonte: Extra Online