PF investiga servidores públicos do AP suspeitos de atrapalhar investigações

A PF completou que no dia seguinte da apreensão, o então diretor substituto do Imap Nilton da Silva Pereira, também confirmou a versão, porém, se contradizendo com o declarado após o encontro do material, de que não havia nenhum registro de protocolo sobre a saida dos procesos administrativos.

Fonte: G1