Palocci demonstra preocupação após Fachin levar recurso ao plenário

Interlocutores de Antonio Palocci afirmaram ao blog que o ex-ministro da Fazenda demonstrou preocupação ao saber que o mérito do seu pedido de liberdade será julgado pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).
Após decidir manter Palocci preso, o ministro Edson Fachin, relator da Operaçãp Lava Jato Lava Jato no STF, decidiu que o caso seria julgado pelos 11 ministros da corte e não pela Segunda Turma, que nos últimos dias soltou outros três investigados, entre eles o também ex-ministro José Dirceu.
A segunda turma do STF é formada por Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello, além do próprio Fachin.
O advogado José Roberto Batochio, que defende Palocci, recorreu da decisão do ministro Fachin de mandar o julgamento para plenário do STF.
No recurso, além de afirmar que o ex-ministro está preso desde setembro do ano passado de forma ilegal, a defesa diz não ser aceitável o deslocamento do julgamento apenas para evitar que o ministro não perca mais.
Palocci chegou a cogitar uma delação premiada, dizendo isso publicamente em depoimento. Como informado pelo blog, um dos itens de sua colaboração seria a relação com bancos.

Fonte: G1

Comentários Facebook

FN

Deixe uma Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *