Envolvido em esquema de venda de liminares no CE tem direito de advogar suspenso por mais 12 meses

Nesta segunda-feira (9), um outro advogado envolvido no esquema também teve renovada a suspensão do direito de advogar por mais doze meses. Michel Sampaio Coutinho já havia passado por suspensão de 12 meses em setembro de 2016, que expirou recentemente. Antes disso, havia sofrido uma outra suspensão por três meses. A medida foi aplicada novamente por “conduta geradora de repercussão prejudicial à dignidade da advocacia”.

Fonte: G1