Brasil libera visto para turistas dos EUA, Japão, Austrália e Canadá

A partir de 17 de junho, turistas dos Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália não precisarão mais de visto para entrar no Brasil. Sob o aval do governo de Jair Bolsonaro, o decreto foi publicado nesta segunda-feira, 18, em edição extra do Diário Oficial da União.

Bolsonaro está em viagem oficial a Washington e deve se encontrar com o presidente Donald Trump nesta terça-feira, 19, na Casa Branca.

Sob o decreto, turistas desses quatro países poderão permanecer no Brasil por 90 dias, prorrogável pelo mesmo período. Eles só não poderão ultrapassar o limite de 180 dias em um ano no Brasil.

De acordo com o chanceler Ernesto Araújo, a medida é uma forma de fomentar o turismo no País. Esses mesmos países tiveram a isenção de visto no período das Olimpíadas, em 2016.

A medida, assinada pelos ministros Sérgio Moro, da Justiça, Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, e Marcelo Henrique Teixeira Dias, do Turismo, é unilateral e não conta com qualquer promessa de reciprocidade, como costuma ocorrer.

Sendo assim, brasileiros continuam obrigados a passar pelo processo de visto. Para o Canadá, desde o ano passado é exigida dos brasileiros apenas uma Autorização Eletrônica de Viagem.

No caso dos Estados Unidos, não ocorreu nem mesmo a inclusão do Brasil no chamado “Global Entry”, que agiliza a entrada no país de viajantes frequentes, como empresários. Há diplomatas que discordam do governo, com o argumento de que a medida impede qualquer tipo de barganha para negociar.

Ainda no domingo, 17, o próprio filho do presidente, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que acompanha o pai na visita, sugeriu que os EUA estão certos em não liberar a isenção de visto aos brasileiros. “Será que estou falando um grande absurdo ao dizer que, sem a necessidade de visto, várias pessoas entrariam nos EUA de maneira ilegal e ilegalmente permaneceriam lá? Acredito que não”, disse. Com informações da Agência Brasil e HuffPost.

O post Brasil libera visto para turistas dos EUA, Japão, Austrália e Canadá apareceu primeiro em .

Fonte: Gazeta News

Comentários Facebook