Adolescente que matou irmã de criação pega prisão perpétua

Foto4 Aidan Zellmer Adolescente que matou irmã de criação pega prisão perpétua
Aidan Zellmer, que cometeu o crime aos 15 anos, ficará num centro juvenil até completar 18 anos, quando então será transferido para uma prisão de adultos

Aidan Zellmer assassinou Kiaya Campbell, de 10 anos, desferindo golpes de cano de ferro na cabeça da vítima

Na segunda-feira (11), um adolescente no Colorado que matou a irmã de criação de 10 anos com um cano de metal foi sentenciado à prisão perpétua. Aidan Zellmer, atualmente com 17 anos, assumiu a culpa no início desse ano pelo assassinato de Kiaya Campbell em 2017. Os promotores públicos concordaram em cancelar a acusação de homicídio em 1º grau de uma criança.

Campbell e Zellmer, quando ele tinha 15 anos, caminhavam juntos às compras na região de Thornton quando a menina desapareceu, segundo investigadores. Na ocasião, o adolescente disse à polícia que tinha se separado da vítima durante uma tempestade. O corpo de Kiaya foi encontrado no dia seguinte.

“Jovens de 15 anos tomam más decisões, mas eles não cometem crimes cruéis e hediondos como esse”, disse o promotor público distrital, Dave Young, ao canal de TV local Denver Channel. “Após golpeá-la cinco vezes na cabeça com um cano de metal, ele a deixou numa área rural. Quando ele conversou com a polícia, aparentou calma, tranquilidade e compostura”.

Young, que representa o 17º Distrito Judicial no Colorado, acrescentou que Zellmer “mentiu e enganou a polícia que procurava por ela. Graças a Deus nós não temos outros jovens de 15 anos fazendo o que ele fez”.

Havia evidência de ataque sexual, mas essas acusações contra o réu foram retiradas como parte do acordo judicial. Zellmer ficará num centro juvenil até completar 18 anos, quando então será transferido para uma penitenciária de adultos. Ele será elegível para a liberdade condicional depois de servir 40 anos da pena.

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook

Marcações: