Acidente envolvendo brasileiros deixa jovem morta e 4 feridos

Foto3 Thais .2 Acidente envolvendo brasileiros deixa jovem morta e 4 feridos
Thaís Huag, de 19 anos, era aluna no Broward College e trabalhava meio período no Lighthouse Point Yacht Club (Foto: GoFundMe.com)

Thais Huag, de 19 anos, faleceu pouco depois de ter dado entrada no Broward Health North, em Deerfield Beach (FL)

Na madrugada de domingo (10), adolescente Thaís Huag, de 19 anos, morreu em decorrência de um acidente de carro em Deerfield Beach (FL) que deixou 4 pessoas feridas em estado grave, informou o escritório do xerife do Condado de Broward, na terça-feira (12). Entre esses feridos está um dos motoristas dos 2 veículos quem os detetives suspeitam estivesse dirigindo em alta velocidade e intoxicado, segundo as autoridades. As informações são do jornal Sun Sentinel e dos canais locais de TV 10 News e Boca News Now.

A colisão entre o BMW 530i sedan e o Tesla Model 3 aconteceu às 4 da madrugada nas pistas sentido oeste do West Hillsboro Boulevard, entre a North Powerline Road e o Country Club Boulevard, detalharam as autoridades.

Raphael Cândido Vilela, de 20 anos, morador em West Boca (FL), dirigia a BMW ao longo do Hillsboro Boulevard no sentido oeste, enquanto Sebastian Espinoza, de 18 anos, residente em Deerfield Beach (FL) conduzia o Tesla no Country Club Boulevard, no sentido leste. Espinoza estava na pista designada para entrar na pista sentido norte do Country Club Boulevard, quando o Tesla atravessou o cruzamento e o BMW atingiu o lado do passageiro. O impacto fez com que o lado do passageiro, assentos traseiros e parte do porta-malas do Tesla fossem arrancados, segundo o escritório do xerife.

As rodas da frente do BMW foram arrancadas e o motor do veículo foi arrastado ao longo do Boulevard. A BMW incendiou-se enquanto continuava movendo-se cerca de 700 pés (213 metros). Os paramédicos do Corpo de Bombeiros do Condado de Broward levaram Thaís ao Broward Health North em Deerfield Beach, onde ela faleceu, segundo o Instituto Médico Legal do Condado de Broward. Os paramédicos levaram os outros 4 feridos para o mesmo hospital, detalhou o Chefe Michael Kane, do Corpo de Bombeiros do Condado de Broward.

Vilela e os 3 passageiros: Alice Silva, de 17 anos, moradora em Coconut Creek (FL), Giovannia Silva, de 16 anos, e João Coneglian, de 17 anos, ambos residentes em Boca Raton (FL), sofreram ferimentos graves e foram internados no CTI, detalhou o escritório do xerife. Já Espinoza sofreu ferimentos leves, recebeu os primeiros socorros e foi liberado.

Na tarde de terça-feira (12), Giovannia Silva ainda estava internada no Broward Health North em condições estáveis; Vilela em estado crítico, informou um porta-voz do hospital. Alice Silva foi liberada na segunda-feira (11). João Coneglian não estava na lista de pacientes na terça-feira (12).

Os bombeiros apagaram o fogo no motor do BMW, informou Kane. Os investigadores descobriram que excesso de velocidade e dirigir intoxicado (DUI) foram os motivos principais do acidente, informou o escritório do xerife.

Durante os últimos 8 meses, Thaís trabalhou em período parcial como atendente noturna no Lighthouse Point Yacht Club, relatou Jessica Easterling, sócia do estabelecimento.

“Ela não falava muito, doce, bonita e gentil. Isso é uma tragédia”, comentou Jessica. “Ela fazia parte da nossa família. Isso é devastador”.

A vizinha Diane Yendell disse que conhece a família da vítima desde que Thais era criança e eles mudaram-se para o conjunto habitacional em Deer Creek.

“Todos os vizinhos os viram crescer juntos”, lembrou Yendell. “As crianças estavam sempre em volta. Era muito bom. Isso realmente devastou toda a vizinhança”.

Thaís era aluna no Broward College e recentemente foi aceita pela UCF, onde iniciaria os estudos no próximo outono junto ao irmão, que também é aluno na instituição.

Vilela enfrenta várias acusações, incluindo homicídio veicular, DUI causando morte, ferimentos graves e danos à propriedade, carteira de motorista vencida e dirigir displicentemente, segundo documentos no tribunal. Arquivos estaduais indicam que Vilela era considerado um motorista prudente, embora a carteira dele tenha vencido em 27 de fevereiro.

. Campanha beneficente:

Na segunda-feira (11), Dianer Yendell inicou no website GoFundMe.com a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/thrip2019; cujo o objetivo era arrecadar US$ 5 mil para as despesas com o funeral e sepultamento de Thaís Huag. Até à tarde de quarta-feira (13), foram angariados US$ 6.822.

Legendas:

Foto1:

Foto2: O BMW 530i ficou completamente destruído e pegou fogo após a colisão (detalhe)

Fonte: Brazilian Voice

Comentários Facebook