9/11: Ex-presidente George W. Bush pede união da América, como nos dias após os ataques

O ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush homenageou as vítimas do 11 de Setembro durante a cerimônia no memorial do voo 93 em Shanksville (Pensilvânia), neste sábado (11.set.2021). Em seu discurso, pediu união aos norte-americanos.

“Nas semanas e meses que se seguiram aos ataques de 11 de setembro, tive orgulho de liderar um povo incrível, resiliente e unido. Quando se trata da união da América, aqueles dias parecem distantes dos nossos”, disse.

Ele me disse que a América estava sob ataque': veja como George W. Bush e outros receberam a notícia dos atentados de 11 de setembro | Mundo | G1

“Uma força maligna parece agir em nossa vida comum, transformando cada desacordo em uma discussão e cada discussão em um choque de culturas. Grande parte de nossa política tornou-se um apelo descarado à raiva, medo e ressentimento. Isso nos deixa preocupados com nossa nação e nosso futuro juntos.”. Bush comandava o país em 2001, ano do ataque. Em sua fala, defendeu que o país lute contra extremistas dentro e fora do território norte-americano. “20 anos atrás o terrorismo nos mostrou o que pode fazer, mas as pessoas que estavam naquele avião sequestrado ligaram para os seus queridos e mostraram que podiam transformar o mal que estavam fazendo naquele momento”.

Assista o discurso de Bush:

Fonte: Brazilian Press

Comentários Facebook