Vamos passar tempo juntos!

As pesquisas são claras —  a socialização de adultos mais velhos melhora a saúde e…

As pesquisas são claras —  a socialização de adultos mais velhos melhora a saúde e também permite que você viva mais. “Se você continua conectado, as chances são maiores,” escreveu Valerie Crooks, DSW, autora de um estudo ligando a socialização à diminuição de riscos de saúde em adultos mais velhos. O Instituto Nacional do Envelhecimento sugere que existe uma “forte correlação entre a interação social e a saúde e bem-estar em adultos mais velhos. O isolamento social pode ter efeitos adversos significativos.” Socialização pode significar qualquer coisa, desde dizer oi a um estranho na calçada, até passar tempo com amigos e familiares, ou participar de um grupo de caminhadas.

A socialização pode melhorar drasticamente a saúde mental, saúde física, memória, e expectativa de vida. Infelizmente, a depressão é comum entre adultos mais velhos, devido à solidão e isolamento. Interações com os outros podem reduzir os sintomas de depressão e melhorar o humor. Passar tempo com amigos, pessoas que ama, ou até conhecidos torna as pessoas mais felizes. As conexões sociais também podem levar à diminuição do stress, o que pode ter efeitos positivos na saúde.

Os exercícios têm muitos benefícios conhecidos para a saúde e adultos mais velhos têm maior probabilidade de serem ativos quando estão conectados socialmente. O aumento de atividade pode diminuir a pressão sanguínea, reduzir o risco de problemas cardiovasculares, osteoporose e artrite, e também melhorar o sistema imune. Estudos mostram que redes de apoio social podem diminuir a chance de demência ou problemas cognitivos. O envolvimento mantém a mente ativa e estimulada.

Por último, a socialização pode levar a uma vida mais longa. A psicóloga do desenvolvimento Susan Pinker, em seu TED talk, discute a integração social ou as integrações que as pessoas têm em suas vidas diárias. Estas conexões não são somente com as pessoas que amam, mas também com o carteiro, garçom, estranhos e amigos do clube de livros. “ Estas interações conseguem predizer de maneira intensa a sua longevidade,” destacou Pinker.

Isso tudo parece ótimo, mas e agora? Veja algumas ideias para levar uma vida mais conectada:

  • Entre ou comece um grupo de interesses especiais. Isso pode incluir um grupo de livros, clube de crochê, ou de discussão de eventos atuais.
  • Visite o centro local para idosos. Caso esteja cadastrado no Plano de Serviços para Idosos da CHA (Elder Service Plan), pergunte para a sua equipe de cuidados sobre o Centro Diário de Saúde para Adultos (Adult Day Center)!
  • Participe em exercícios e atividades de bem-estar em grupo como a Zumba, Yoga na Cadeira, Qi Gong, e meditação.
  • Voluntarie-se. Confira as Melhores Oportunidades de Voluntariado no Yelp em Cambridge.
  • Participe de um grupo de psicoterapia ou de apoio.
  • Visite amigos e familiares ou convide-os para visitá-lo.
  • Diga olá e compartilhe um sorriso com estranhos na sua vida diária. Cumprimente motoristas, carteiros, funcionários dos serviços de saúde, vizinhos e conhecidos.

 Evidências sugerem fortemente que levar uma vida mais conctada leva a melhoras significativas no bem-estar, incluindo uma vida mais longa. Permita que estes resultados de pesquisa te inspirem: existe alguma pessoa com a qual você não tenha entrado em contato há algum tempo? Sempre quis uma desculpa para experimentar a Zumba? Dê a si mesmo(a) o presente de um humor melhor, uma memória melhor e uma vida mais saudável. Mantenha-se conectado(a).

Conhece alguém de 55 anos ou mais que precise de apoio adicional para se manter saudável em sua casa e comunidade? O Plano de Serviço para Idosos (ESP) da Cambridge Health Alliance fornece os cuidados de saúde e apoio social que adultos mais velhos necessitam. Visite www.challiance.org/esp ou ligue para 617-575-5850 e peça informações adicionais a um membro da Equipe de Cadastro.

Apoiado por: Cambridge Health Alliance

Fonte: Maddie Freeman, MSW, LCSW, Assistente Social Clinica, Planejamento de Serviços para Idosos CHA

Fonte: Brazilian Times

Comentários Facebook