“Que seu REMÉDIO seja seu ALIMENTO, e que seu ALIMENTO seja seu REMÉDIO” – Hipócrates

A pergunta mais frequente que eu tenho que responder é: Dai é possível emagrecer tendo hipotireodismo ou tendo retirado a tireóide (Tireoidectomia) completamente ou parcialmente?

Resposta é: sim, e eu tenho varios pacientes que tem hipotireoidismo ou precisou retirar a tireóide e emagrecem e ou emagreceram. Depoimentos desses pacientes no Instagram @daicurvello ou no Facebook Dai Curvello

Segue um relato de caso, se quiser conhecer mais histórias de superação e emagrecimento veja nas minhas redes sociais.

É POSSÍVEL SIM QUEM TEM HIPOTIREOIDISMO EMAGRECER!

A tireoide ou tiroide é uma glândula em forma de borboleta (com dois lobos), que fica localizada na parte anterior pescoço, logo abaixo da região conhecida como Pomo de Adão (ou popularmente, gogó). É uma das maiores glândulas do corpo humano e tem um peso aproximado de 15 a 25 gramas (no adulto).

Ela age na função de órgãos importantes como o coração, cérebro, fígado e rins. Interfere, também, no crescimento e desenvolvimento das crianças e adolescentes; na regulação dos ciclos menstruais; na fertilidade; no peso; na memória; na concentração; no humor; e no controle emocional. É fundamental estar em perfeito estado de funcionamento para garantir o equilíbrio e a harmonia do organismo.

Comparada a outros órgãos do corpo humano é relativamente pequena ela. É responsável pela produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), que atuam em todos os sistemas do nosso organismo.

Quando a tireoide não está funcionando adequadamente pode liberar hormônios em excesso (hipertiroidismo) = MUITA DIFICULDADE EM GANHAR PESO OU MAGREZA AGUDA Em quantidade insuficiente (hipotireoidismo) = FACILIDADE PARA GANHAR PESO, OBESIDADE, DIABETES, DEPRESSÃO, ANSIEDADE SEVERA, ALTERAÇÕES CICLO MENSTRUAL INFETILIDADE OU DIFICULDADE PARA ENGRAVIDAR, PERDA DE LIBIDO, NOS HOMEM IMPOTÊNCIA E PERDA DE LIBIDO TAMBÉM ESTÁ PRESENTE DE FORMA ACENTUADA.

  • Se a produção de “combustível” (secreção dos hormônios da Tireoide) é insuficiente provoca hipotireoidismo. Tudo começa a funcionar mais lentamente no corpo: o coração bate mais devagar, o intestino prende e o crescimento pode ficar comprometido. Ocorrem, também, diminuição da capacidade de memória; cansaço excessivo; dores musculares e articulares; sonolência; pele seca ou extremamente oleosa; ganho de peso; aumento nos níveis de colesterol no sangue; depressão; ansiedade; ausência da menstruação; queda de cabelo; unhas encravadas; irritação; ausência de sede; sensação de tristeza e frustação. Na verdade, o organismo nesta situação tenta “parar o indivíduo”, já que não há “combustível” para ser gasto. Além de te obrigar a comer alimentos calóricos e ricos em açúcares mesmo isso agravando ainda mais sua disfunção Tireoidiana.

hipertiroidismo. Nesse caso, tudo no nosso corpo começa a funcionar rápido demais: o coração dispara; o intestino solta; a pessoa fica agitada; fala demais; gesticula muito; fluxo menstrual pode vir 2 ou mais vezes no mesmo mês; irritação; sensação de inquietação (muitas vezes até confundido com Transtorno Bipolar ou Síndrome do Pânico); facilidade em perder peso; dorme pouco, pois se sente com muita energia, mas também muito cansada e isso faz com ela caminhe para o abismo da depressão sem ninguém entender o que está acontecendo com ela por ela aparentemente ser uma pessoa ativa em excesso e aparentemente feliz.

Tanto no hipo como no hipertireoidismo, pode ocorrer um aumento no volume da tireoide, que chama-se bócio, e que pode ser detectado, através do exame físico. Problemas na tireoide podem aparecer em qualquer fase da vida, do recém-nascido ao idoso, em homens e em mulheres, sendo mais comuns em mulheres.

Diagnosticar as doenças da tireoide não é complicado e o tratamento pode salvar a vida da pessoa.

Nódulos de Tireoide Um dos problemas mais frequentes da tireoide são os nódulos, que não apresentam sintomas. Estima-se que 87% da população mundial tenha nódulos na tireoide em algum momento da vida. O que não significa que sejam malígnos. Apenas 21% dos nódulos são cancerosos. O reconhecimento deste nódulo precocemente pode salvar a vida da pessoa e a palpação da tireoide é fundamental para isso. Este exame é simples, fácil de ser feito e pode mudar a história de uma pessoa. Uma vez identificado o nódulo, o endocrinologista solicitará uma série de exames complementares para confirmar a presença ou não do câncer.

Referências de pesquisas

The steroid and thyroid hormone receptor superfamily. Rm evans. Howard hughes medical institute, salk institute for biological studies, la jolla, ca 92138-9216. The chemical nature of compounds which inhibit the function of the thyroid gland. E. B. Astwood Journal of pharmacology and experimental therapeutics may 1943, 78 (1) 79-89; Thyroid gland diseases in adult patients with diabetes mellitus. vondra k , vrbikova j , dvorakova k minerva endocrinologica [01 dec 2005, 30(4):217-236 Disorders of the thyroid gland j. Larry jameson pathology of the thyroid gland. Case 2 – Chronic lymphocytic thyroiditis (hashimoto’s disease; autoimmune hypothyroidism) zubair w. Baloch and virginia a. Livolsi.

Fonte: Redação Braziliantimes

Fonte: Brazilian Times

Comentários Facebook