Brasileiros esfaqueados em bar de Hudson (MA) falam sobre crime

    Na madrugada do dia 8 de março, o brasileiro Diony Dalton Cimini Freitas, 26 anos,…

    Na madrugada do dia 8 de março, o brasileiro Diony Dalton Cimini Freitas, 26 anos, esfaqueou quatro pessoas em um clube na cidade de Hudson (Massachusetts). Desde então ele, que tem várias passagens pela polícia mineira, é procurado pelas autoridades dos Estados Unidos por tentativa de homicídio.

   Uma das vítimas, identificada por Alemão, em entrevista ao repórter investigativo do Globe News USA, Tatiano Dessa, disse que chegou ao local por volta das 10:20 pm, pediu um refrigerante para a garçonete e 15 minutos depois Diony chegou, acompanhado do patrão. “Eu não conheço e nunca tinha visto ele (acusado) antes. Apenas conhecia o patrão ele”, disse.

   Ainda, segundo a vítima, 20 minutos depois de chegar o acusado começou uma confusão com um rapaz. “Eu fiquei preocupado e me afastei, pois não gosto de briga. Uma amiga e chamou para dançar, mas eu recusei pois queria acalmar os ânimos deles”, disse.

   Pouco tempo depois, a confusão se acalmou e Alemão foi dançar com sua amiga, mas a discussão começou novamente. “Eu disse para eles pararem e me afastei. Fiquei próximo à porta do banheiro e esperei tudo terminar”, disse.

   De acordo com Alemão, dez minutos depois tudo se acalmou novamente. “Eu fui até meu vizinho, um dos envolvidos, e disse para ele não se meter em confusão, que estávamos em um lugar onde todos se conhecem e buscam diversão”, afirmou. “Mas percebi o patrão de Diony o atiçando e falando ‘pega, pega’. Neste momento, o acusado deu um murro na cabeça do meu vizinho”, fala ressaltando que colocou a sua mão no meio para tentar separar a briga.

   Neste momento, Diony mordeu a mão de Alemão e desferiu a facada. “Na hora não percebi que se tratava de uma faca. Pensei que fosse uma garrafa quebrada”, disse ressaltando que o acusado saiu dando facadas em outras pessoas. “Ele é muito rápido com a arma e sabia como utilizá-la”, continuou.

Logo após sofrer o golpe, Alemão sentiu sua camisa molhada e ao levantá-la viu a barriga cortada e esguichando sangue. As pessoas tentaram usar guardanapos para estancar o sangue mas não conseguira. Quando a polícia chegou, o brasileiro pediu ajuda para se deitar e a equipe de resgate o atendeu primeiro.

   Alemão lembra que foi recebeu os primeiro-socorros ainda no clube e depois foi colocado na ambulância. Como o hospital de Marlborough não podia atender, ele foi encaminhado para Worcester. “Durante o trajeto, os paramédicos conversavam comigo para não me deixar dormir. Quando chegou ao hospital, o médico me fez uma pergunta e em seguida eu apaguei”, fala.

   Quando acordou, Alemão disse que sentia fortes dores devido à cirurgia que passou. “Foi tudo muito rápido”, acrescenta.

   Outra vítima foi Ilton, que é amigo de Alemão e ao vê-lo no meio da confusão foi tentar ajuda-lo. Mas Diony passou por ele e também desferiu uma facada. “Senti minha barriga queimando e quando levantei a camisa vi que também tinha sido atingido. Era muito sangue. Senti medo, mas graças a Deus estou bem e só espero que a justiça seja feita”, finalizou.

Apoiem os Pequenos negócios. Mantenha a economia girando!

BRACK LAW- O seu advogado brasileiro nos EUA. Aplicação para visto de estudante. Ajustamento de status para Green Card. Apelação, cancelamento e suspensão de exclusão e deportação. Asilos e cidadanias. Casos criminais. Divórcios. E muito mais. Estamos localizados no 648 Central Street, Lowell (MA). Tel: 978-453-7225

DENTPLANT- Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje. Cuide de sua saúde bucal! Consulta + exame clínico + raio X $70. Limpeza comum: $120. Estamos localizados em Framingham (508) 872-2624 e Somerville (617) 591-9888.

MINEIRÃO MARKET- Venha conhecer nossas promoções. Açougue, verduras, doces, sucos, pães de sal e muito mais. Temos 3 localizações para melhro lhe atender: Somerville, Marlboro e Malden. Ligue: (617) 301-3900.

Fonte: Da redação, com informações do Globe News USA / Tatiano Dessa

Fonte: Brazilian Times

Comentários Facebook